Dia Nacional das Mudanças Climáticas: indústria da cerveja avança para garantir 100% de energia renovável Eventos BaresSP 570x300 imagem
    arroba-proibido-bebidas-a-menores.gif

    Dia Nacional das Mudanças Climáticas: indústria da cerveja avança para garantir 100% de energia renovável

    Dia Nacional das Mudanças Climáticas: indústria da cerveja avança para

    Por Pedro Diniz | 13 de Março 2023


    O Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas é celebrado nesta quinta-feira (16). A data sensibiliza a sociedade sobre a importância de adotar práticas mais sustentáveis, compromisso que a indústria da cerveja reforça ao longo de sua história, em toda cadeia produtiva. 
     
    O setor avança na implementação de iniciativas voltadas à preservação dos recursos naturais e transição para energia renovável.  O principal objetivo é garantir que até 2023 toda produção seja abastecida com energia limpa, reduzindo a zero a emissão de carbono relativas à energia comprada.
     
    Para alcançar a economia de baixo carbono, as associadas ao Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja – SINDICERV, já adotam o uso de tecnologias limpas, como a geração de energia fotovoltaica e eólica e processos produtivos mais eficientes, implementados na produção, distribuição e engajamento da cadeia de valor da cerveja por redução das emissões.
     
    “O Brasil é um país rico em recursos renováveis para produção de energia e tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo e as associadas do SINDICERV têm aproveitado esse grande potencial para promover inúmeras inciativas em busca de fontes que resultem em um menor impacto para o meio ambiente”, destaca o Presidente Executivo do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja - Sindicerv, Márcio Maciel.
     
    Para tanto, a Ambev e GRUPO HEINEKEN vêm atuando, principalmente, com o foco voltado para quatro frentes: geração de energia, produção, distribuição e fomento aos consumidores e varejo.
     

    Geração de energia

     
    Na geração de energia, quatro cervejarias da entidade já são 100% abastecidas com energia renovável e, até 2023, o objetivo é que toda produção seja abastecida com energia limpa, reduzindo a zero a emissão de carbono em todo o processo.
     
    Para isso, o setor tem trabalhado na diversificação de energia elétrica por solar, eólica e térmica e na substituição de combustíveis fósseis, como gás natural e óleo BPF, e de energia elétrica não renovável, por eletricidade de fontes renováveis, como biomassa, óleo vegetal e biogás. 
     
    Na geração de energia eólica, a indústria cervejeira já tem operações, como por exemplo, o funcionamento de um parque no Ceará, com 14 turbinas e a construção de outro em uma área de 1.600 hectares, na Bahia. Juntos devem atingir 202 mil MWh por ano para produção e fornecimento de energia. Apenas com essas iniciativas haverá uma redução de 32 mil toneladas na emissão de CO2 por ano, proporcional a retirada de mais de 50 mil veículos de circulação das ruas do país.
     

    Além da produção

     
    Já na distribuição, o intuito é aumentar a frota de caminhões elétricos, dos atuais 220 para 2600 até 2025, como uma alternativa para otimização do consumo de combustível e redução da emissão de carbono. Os veículos serão abastecidos por energia renovável gerada por suas indústrias ou através da compra de energia renovável certificada.
     
    Outra medida adotada é a conversão de caminhões a diesel para veículos elétricos, bem como a de empilhadeiras nos centros de distribuição, que deverá ter sua frota abastecida por energia renovável até 2025.
     

    Consumidores e varejo

     
    Para consumidores e varejo, a indústria investe na conscientização, incentiva e facilita o uso da tecnologia – medida que pode reduzir em, no mínimo, 10% os custos com energia. Além disso, o setor cervejeiro é parceiro de plataformas que conectam pequenos e médios pontos de venda a geração de energia limpa.
     
    Nos pontos de vendas, 100% dos refrigeradores já seguem os padrões globais de eficiência, o que trouxe uma redução de 50% no consumo de energia e emissão de carbono, na ponta.
     
    “Essas e tantas outras ações que estão em desenvolvimento e implantação irão contribuir para a redução da emissão de gases de efeito estufa com o objetivo de atingir a meta de neutralidade em toda nossa cadeia de valor até 2040”, finaliza o executivo.

     

    TAGS
     
    BaresSP publicidade 980x90 bares

     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares

    BR3 Eventos Ltda - CNPJ 09.304.439/0001-82 - Rua Itápolis, 1468 - Pacaembu- CEP 01245-000 - São Paulo - SP

    topo